Exposição o.O


"Oh we can be heroes! Just for one day..." -David Bowie


Eu nunca pensei que o Brasil pudesse me surpreender na questão de música. Mas quando eu digo isso, é porque alguma coisa boa aconteceu! Eu bem que queria poder ir, porém eu não vou conseguir por causa do tempo. São poucos dias, mas quem for eu aposto que vai querer ir novamente. Eu estou falando da exposição do meu ídolo e da minha inspiração David Bowie!

Paulistas sortudos. Só tenho isso a dizer! São Paulo está recendo uma exposição que eu gostaria der ir. E não uma vez, e sim o máximo possível! Eu peguei uma reportagem do G1, porque eu não fui então eu não posso falar muito sobre isso!

"Artistas que influenciaram David Bowie e peças visuais que acompanharam sua música têm tanto peso quanto a discografia do artista inglês na exposição que é aberta nesta sexta-feira (31) no Museu da Imagem e do Som (MIS) em São Paulo. A proposta é coerente com a obra de Bowie. Traduzir a música em imagens e relacionar referências são atividades tão interessantes quanto ouvir os álbuns das quase cinco décadas de sua carreira. Veja abaixo o serviço da exposição."


Colagem feita por David Bowie a partir de stills do
vídeo de 'The man who fell to Earth'


"Na quinta-feira (30), o G1 visitou a pré-estreia da mostra para imprensa e convidados. O conteúdo é apresentado sem ordem cronológica, com eixos temáticos que mostram as diferentes faces de Bowie de maneira mais instigante do que uma retrospectiva mais convencional – adjetivo que nunca se aplica ao autor de “Heroes”, “Let´s dance”, “Changes”, “Space oddity”, “Starman” e tantas outras faixas marcantes da música pop. A retrospectiva sobre a obra de Bowie foi concebida em Londres, no Victoria and Albert Museum, onde se tornou sucesso de público e crítica. Além da capital inglesa, Toronto, no Canadá, foi a única cidade a realizar a mostra antes de São Paulo.'David Bowie tem uma personalidade muito clara, mas ao mesmo tempo complexa, difícil de definir', opinou o embaixador do Reino Unido no Brasil, Alexander Ellis, que falou à imprensa antes da visita à exposição. A definição ajuda a entender a facilidade e o desafio da exposição, cheia de elementos atraentes e icônicos, como as capas dos discos dos anos 70 e figurinos das fases Ziggy Stardust e Alladin Sane. Os trabalhos do artista fora da música são bem representados em um telão com trechos de sua filmografia, com destaque para “Labirinto – A magia do tempo”, de 1986, e em alguns quadros pintados por Bowie, incluindo um retrato de Iggy Pop."


David Bowie e William Burroughs em foto de Terry
O'Neill (Foto: Divulgação/Victoria and Albert Museum)



"Com tantos objetos e referências – arte surrealista, pop, literatura e cinema –, é difícil não se confundir. Este “caos” é característica da arte de Bowie. Desorientar o espectador é uma tarefa saudável neste caso, como no jogo de espelhos que apresenta telões com um vídeo do cantor no programa “Top of the pops”. No entanto, um manequim exatamente em frente ao telão, atrapalhando quase toda a visão, parece um excesso de despojamento da montagem. Mesmo com os aparentes exageros, se sentir desorientado pode ser um bom sinal para o espectador da mostra – Bowie tambėm transmite essa sensação na música. De recortes de jornal a cartazes de filmes, a exposição acerta em não mirar apenas a lupa em detalhes da obra e vida pessoal do cantor, e sim abrir um retrato amplo em alta definição do contexto em que as músicas foram feitas. Panoramas da viagem a Berlim dos anos 70 e do fascínio com computadores e a internet nos anos 90 são bons exemplos."

Exposição David Bowie em SP
Data: De 31 de janeiro a 20 de abril de 2014
Horários: Terças a sextas, das 12h às 21h; sábados, domingos e feriados, das 11h às 20h
A bilheteria fecha 1h antes do término do horário de visitação.
Ingressos: Na recepção do MIS (R$ 10 inteira e R$ 5 a meia) ou pelo site ingressorapido.com.br (R$ 25)
Às terças-feiras a entrada no MIS é gratuita.
Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo

Mais informações: (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

***

Sério eu ainda estou com a pergunta: "Por que eu não moro em São Paulo?" na cabeça. E você que mora, achou chato e não quer ir eu digo: "Estranho" Desculpa a palavra, mas, o cara é foda demais! Ele tem um olho de vidro! Quem tem um olho de vidro? Mas deixa pra lá... 

Se você for me conte pelo nosso ask como foi conhecer esse lugar lindo! Me mande foto pelo e-mail: chocolateloverporlia@gmail.com

Beijos e queijos!
Ahhhh.. antes eu deixo vocês com a minha parte preferida de Heroes :)

"Eu, eu serei rei
E você, você será rainha
Embora nada os afaste
Nós podemos vencê-los, apenas por um dia
Nós podemos ser heróis, apenas por um dia

Eu, eu me lembro (eu me lembro)
De pé, junto à parede (na parede)
E as armas, disparou acima de nossas cabeças (sobre nossas cabeças)
E nós nos beijamos, como se nada pudesse cair (nada poderia cair)
E a vergonha, estava do outro lado
Oh nós podemos vencê-los, para todo o sempre
Então poderíamos ser heróis, apenas por um dia"









Nenhum comentário:

Postar um comentário