As faces de Sherlock


Saudade mata? Eu não sei, mas eu tenho certeza que eu estava com muita saudade de entrar no blog e ler uma coisa que eu escrevi e falei: Cara, eu passei o dia escrevendo isso. 
Não sei o motivo, porém é algo que me agrada. 

Todos falam da tal postagem da Cecília... A "10 livros que eu não me cansaria de ler". É... É realmente muita coisa... Eu acrescento outros nessa lista depois. E mesmo que eu tenha pensado em fazer uma parte dois (que eu espero em breve conseguir) eu queria algo "novo", e acabei pensando em algo "velho".

As histórias de Arthur Conan... Na verdade, sendo mais precisa. As histórias de Sherlock e seu "fiel" companheiro Watson criados por Arthur Conan me fascinam. E também deve ser por isso que quase virou meu tema de TCS. Mas eu mudei. Saí da literatura e fui para história + ciências. Como eu sempre digo: Mas não é disso que eu vim falar. 

Não sei se vai ser grande. Mas pelo o que eu me lembre... Os trajetos de Conan não são pequenos não. 

Vimos de tudo. E juntei o "meio" para vocês conseguirem compreender mais sobre o meu autor e uma das minhas histórias favoritas :)

O Livro


Ok! Vou parar com a propaganda: Comprem os livros de Arthur Conan, porque eu amo ele. Tipo... Muito. Então, comprem. Apenas. 
Na verdade eu não quis dizer isso em nenhum momento, mas tirem as suas próprias conclusões ;)

Começando pelos livros eu até hoje tiro respostas para várias perguntas de lá. Como: "Por que Sherlock Holmes foi um dos poucos detetives que continuam vivos até hoje?". Posso passar o dia te dando uma ótima resposta da minha opinião. Porém, talvez, ela não faça sentido para você. 
Eu costumo falar que tudo começa quando a gente não é mais um que fica se confundindo com a velocidade de pensamento de Sherlock. Principalmente quando nós pegamos o livro para ler pela primeira vez. (Ou até mesmo com a serie e filme.)
Gostaria de dar toda a minha opinião sobre (olha que é bem grande). Mas dando um pequeno resumo que eu vejo mais do que necessário. Acho que a resposta da pergunta seria: Ao contrário de sozinho, estamos sempre acompanhados. Não somos mais um tentando descobrir a história. Eu não dou um passo sozinha. Espero que vocês tenham entendido. Deixei meio "oculto". Propositalmente, ok?!

Continuando... Não pretendo fazer um comercial para dizer que você tem que comprar. Até porque se você for preguiçoso e quiser conhecer a história vai ver a serie e o filme (haha). Mas acaba sendo verdade. E isso acaba me agradando bastante. Já li vários artigos falando sobre o livro e acabei percebendo que: A serie e o filme são duas ótimas formas que encontraram de mostrar que as histórias podem ir muito além de um livro e que podem ter o sentimento de prazer. 

A Série 

Gostei tanto dessa foto que quis usar ela mesmo :) 

Mudando um pouco os "ares" chegamos na série. Que na verdade eu só tenho uma coisa para reclamar: BBC, vamos lançar mais episódios? 

Infelizmente o maior problema é o fato de que mal temos episódios. Isso mesmo. Mas felizmente cada episódio dura em média 1 hora e pouquinha. O início foi em 2010 se eu não me engano. Mas o sucesso meeesmo veio graças a nossa amada Netflix <3 Que eu tenho coisa a reclamar também: Vocês podem colocar mais episódios? Obrigado. De nada. 

A questão é que até o ano passado eu só tinha assistido o filme e lido um livro. Conheci a série e me orgulhei de ser da BBC (que por sinal fez uma das minhas séries favoritas - Doctor Who). Não achei que fosse ser tão bom assim. Não que eu não confiasse nos atores. Até porque isso nunca seria motivo tendo Benedict Cumberbatch (nome grandinho) como Sherlock e Martin Freeman (nosso Hobbit) como Watson. Eu só não sabia que eu iria me encantar tanto! 

O Filme


O mais famoso na verdade é o filme. Muitos tinham ouvido falar em Holmes mas nunca tiveram um "contato" como tiveram quando assistiram o filme. E sério, não foi um contato ruim. Eu assisti e gostei bastante. Reconheço que pra mim Robert Downey Jr. sempre foi e sempre será um grande ator. E eu amei ele como Sherlock por vários motivos. Porém destaco um: Vocês já viram legendado e escutaram ele fazendo sotaque de britânico? Não?! Vejam agora! 

Pronto, acabei meus argumentos aqui (haha). O filme não é como o livro. A série não é como o filme. O filme não é como a série, assim como a série também não é como o filme. Mas isso não atrapalhou em nenhum momento. Na verdade isso (pelo menos pra mim) me agradou bastante. Nós vemos todas as faces de Sherlock de todos os jeitos possíveis. Com vários atores diferentes e com várias histórias que marcaram. 

Baker Street


Agora, indo para a parte "curiosidades" do post, digo que sim. Baker Street é real!

Para quem não sabe, as histórias de Holmes e Watson falam bastante de um local em Londres: Baker Street, 221 B. É gente... É por lá que esse dois "companheiros" (haha) viviam. 

Na verdade... 221 B era basicamente algo "aleatório" quando Conan criou o local em que eles viveriam. Resumindo a história: Os edifícios foram renumerados e a rua se tornou um local "maior" depois de várias alterações. Foi feito então um edifício que tinha números de 215-229. Então podemos dizer que assim se tornou realmente real o local. Logo depois muitas pessoas começaram a mandar cartas para o endereço destinada a Holmes. Eram tantas cartas que foi criado um "secretariado" para tudo ficar... Vamos dizer.... Mais organizado. 

Finalizando... Em 1999 patrocinaram a criação de uma estátua de bronze de Sherlock que agora pode ser vista na entrada da estação do metrô de Baker Street. 

O Museu  (sonho)



Termino o post indicando um lugar até para quem não é tão fã assim das histórias de Conan e do detetive mais zoeira (eu tive que falar isso gente Hahaha) ir. Eu sei... Eu sei... O local é em Londres, e ir para lá não é fechar os olhos que quando você abrir você vai estar lá. Quem me dera. Mas isso não quer dizer que seja algo de outro mundo e impossível.

Em Londres tenho vários lugares para ir. Sitando dois agora digo: Tenho que conhecer a Tardis na Earl's Court Station e ir nesse local que eu super indico. 

Baker Street. Conhecer mais ainda Sherlock Holmes. O museu fica do lado de uma portinha preta (nossa... que curiosidade boa Cecília) que é justamente aonde Sherlock vive nas histórias :) 

Lá não é apenas um local dedicado a ele. É basicamente um museu mesmo, sabe? Pelo o que eu já li a visita dura uma hora (em média) não é tãooo caro assim e no final você ainda vai na lojinha que eles tem para vocês comprarem várias coisas de Holmes e até mesmo de Conan! 

Bom, mesmo parecendo um "paraíso" para os fãs. Muitas pessoas chegam a acreditar que Sherlock realmente existiu, com ou sem museu. Lá dentro mesmo, você vê estátuas em tamanho real dos personagens, além de plaquinhas estilo a que a prefeitura coloca sabe?! Falando que Holmes realmente viveu ali. Aumentando as expectativas das pessoas em crer que tudo aquilo é realmente real. Mesmo assim parece ser incrível, e com certeza é um lugar que eu sou louca para ir! 

Você pode ir para o metrô de Baker Street. Caminhar um pouquinho nas ruas e parar nesse museu incrível e ver até mesmo objetos que Sherlock usou em todas as suas aventuras! 



Se esse post trouxe mais interesse em ler ou ver mais sobre Sherlock e principalmente Sir (eu tenho que falar) Arthur Conan eu fico bastante feliz. E se não, eu também fico feliz em pelo menos você ter lido e conhecido um pouquinho sobre. 

O que resta saber é: Será que eu ainda encontro vocês lá na Baker Street? Tomara que sim <3



Nenhum comentário:

Postar um comentário