Resenha: Fangirl | Rainbow Rowell


Olá pessoas! Bom, eu sei que o blog está parado nos últimos tempos, porém estou com algumas ideias e pretendo tentar colocá-las em prática por aqui. O post de hoje é uma resenha de mais um livro da Rainbow Rowell e eu espero que gostem.

Fangirl foi um livro que eu encontrei por acaso, no mesmo dia que eu encontrei Eleanor e Park (leia a resenha dele aqui). Foi o segundo livro da Rainbow Rowell que eu li e, honestamente, eu não esperava muita coisa dele.

O livro é narrado da perspectiva de Cather, mais conhecida como Cath, que é uma garota que está indo para a faculdade. Cath dividiu tudo na sua vida com a sua irmã gêmea, Wren, e agora Wren quer ter a própria vida e se recusa, inclusive, de dividir o dormitório com a irmã. Para Cath, isso se torna um grande problema, pois ela sempre foi uma pessoa introspectiva que vivia, praticamente, à sombra da irmã.

Então ela está na faculdade e tem que lidar com uma colega de quarto e seu amigo um tanto estranhos, professores exigentes, a solidão de não ter sua irmã, além de problemas em casa. Cath encontra uma válvula de escape na fanfic que ela escreve sobre a série de livros e filmes Simon Snow, da qual ela é simplesmente a maior fã de todos os tempos. E é daí que vem o nome do livro. Ela é aquela pessoa que vai às estreias dos filmes caracterizada de algum personagem, que cola pôsteres na parede do quarto e que tem uma fanfic bastante famosa.

Bom, o livro, basicamente, fala sobre amadurecimento. Cath não pode mais ficar presa à irmã e nem ao universo de Simon Snow, ela tem que sair e viver a própria vida e o livro segue nessa linha.

Posso dizer que o livro não superou muito as minhas expectativas. Talvez eu tenha achado um pouco previsível. Uma coisa que me incomodou um pouco foi que ao final de cada capítulo vinha um trecho da fanfic de Cath, Vá em Frente, Simon (Carry On) e eu não estava interessada em ler a fanfic, chegou um ponto que eu simplesmente comecei a pular essa parte.


No geral o livro é bom. A pesar de termos a Cath que é, praticamente, um clichê de garota nerd e introspectiva, temos o Levi que é um personagem um tanto... fora dos padrões, digamos assim. 

























Essas duas artes aparecem em uma edição especial do livro e eu achei legal compartilhar aqui. A primeira representa uma cena do livro a segunda mostra Cath escrevendo a fanfic. 

Falando na fanfic, Vá em Frente (Carry On) foi publacada pela Rainbow Rowell como um livro independente. É o primeiro livro de fantasia dela. Ele já foi lançado nos Estados Unidos e também no Reino Unido.











Compre Fangirl:








Nenhum comentário:

Postar um comentário